Óleo na Orla da Praia de Santos

No dia 6 de novembro de 2019, os secretários de Meio Ambiente das cidades da Baixada Santista reuniram-se em São Paulo para discutir sobre o vazamento de óleo que contamina parte do litoral brasileiro. De acordo com o Marcos Libório, então secretário de Santos, ficou definido que a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) deve dimensionar um treinamento para os municípios.

As cidades, porém, também ficaram encarregadas de mapear áreas de vulnerabilidade, afim de definir possíveis locais de descarte provisório de material recolhido.

Foto: Divulgação